O Brasil para estudantes estrangeiros

Maria Cláudia Santos

Informações sobre cursos superiores no Brasil

O portal do Ministério da Educação brasileiro (MEC) na internet contém links com informações sobre o Programa de Estudantes-Convênio de Graduação (PEC-G), de seleção de estrangeiros para estudar no país, e as universidades brasileiras devidamente credenciadas junto ao orgão. www.mec.gov.br

- Mais informações (endereços, telefones e e-mails) das universidades brasileiras legalizadas no emec.mec.gov.br

-Informações específicas sobre a primeira Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB) podem ser vistas no site www.unilab.edu.br

Informações sobre formas de ingresso:

1) Seleções do governo brasileiro

- Programa de Estudantes-Convênio de Graduação (PEC-G) - Informações e inscrições nas embaixadas do país de origem do estudante.

http://portal.mec.gov.br/index.php?Itemid=530%26id=12276%26option=com_content%26view=article

- Unilab - Informações e inscrições nas embaixadas do país de origem do estudante. Voltada para brasileiros e estrangeiros dos países da CPLP. www.unilab.edu.br

Obs: O governo brasileiro só se responsabiliza por problemas, na relação estudante- instituição de ensino, de selecionados nesses dois programas.

2)Seleções diretas das universidades brasileiras

- Devem ser pesquisadas junto às páginas das universidades. As instituições de ensino superior legalizadas no Brasil podem ser conferidas no emec.mec.gov.br . Ao acessar essas instituições, procure os departamentos de relações internacionais.

3) Seleções organizadas diretamente entre universidades brasileiras e universidades africanas por meio de convênios

- Devem ser pesquisadas junto aos ministérios da educação dos países dos estudantes. São exemplos, convênios mantidos pelo Ministério da Educação de Cabo Verde e as universidades federais de Alagoas e Fluminense, no Rio de Janeiro.

Informações sobre como se manter

1) Bolsas de auxílio do Ministério da Educação (MEC) e Ministério das relações exterior (MRE)

- Só podem ser requeridas no Brasil. Quem encontra dificuldade para se manter deve procurar a direção da universidade onde está estudando por meio da seleção PEC-G.

OBS: As bolsas do MRE e do MEC só contemplam alunos que vieram pelo programa PEC-G

2) Bolsas de auxílio no país de origem do estudante

- Alguns países contam com programas de ajuda de custo para estudantes que vão estudar no exterior. Em Angola, por exemplo, esse tipo de benefício é concedido pelo Instituto Nacional de Bolsas de Estudo (INABE) www.inabe.gov.ao.

- Para saber se o seu país mantém algum programa do tipo, procure o Ministério da Educação.

3) Bolsas de instituições independentes

- São instituições, muitas vezes sem fins lucrativos, que estimulam os intercâmbios. Um exemplo é a Fundação Eduardo Santos (FESA) www.fesa.og.ao, em Angola. Normalmente, os ministérios da educação e das relações exteriores do país do estudante podem ajudar na localização desse tipo de instituição.

- Estudante não pode trabalhar no Brasil

-Só o estudante que vem por meio do programa brasileiro de bolsas, o PEC-G, pode solicitar bolsa auxílio do governo do Brasil

- Se o estudante vier fora desse programa e tiver problemas para se manter terá que regressar ao país de origem para se inscrever pelo PEC-G

- As universidades brasileiras têm autonomia para receber estudantes estrangeiros de forma independente ou por meio de convênios específicos.

-Nem todas as Universidades brasileiras são credenciadas pelo MEC. Numa instituição não legalizada, o aluno terá dificuldade para obter e, depois, revalidar o diploma em seu país. Confira a listagem do MEC (emec.mec.gov.br) antes de vir estudar no Brasil.

- A dica é decidir a forma de sustento no Brasil antes de deixar o país de origem.

- Ao fazer contato direto com as universidades brasileiras, sem programas de bolsas, procure saber da estrutura dessa instituição para ajudá-lo na renovação do visto de estudante. Normalmente, as instituições que não possuem departamento de relações internacionais, não fazem isso com facilidade.

- As embaixadas brasileiras concentram o maior número de informações sobre estudantes estrangeiros no Brasil. www.itamaraty.gov.br

Mais sobre o assunto Brasil
Voltar ao Início