Polícia prendeu mulher suspeita da morte de uma funcionária do Banco Millenium Angola

Redacção VOA
Imagem de Arquivo

Imagem de Arquivo

Segundo o marido da vítima a suspeita terá confessado o crime aos investigadores policiais

O ministro do Interior, Ângelo da Veiga Tavares anunciou hoje a detenção de uma cidadã acusada de envolvimento no recente assassinato da gerente de uma agência do Banco Millenium Angola.

Bárbara de Sá Nogueira, de 34 anos, desapareceu no passado dia 30 de Maio depois de ter deixado a filha à escola.

A jovem foi depois às instalações da Feira Internacional de Luanda (Filda) para uma reunião com um cliente não identificado, segundo informações difundidas pela redes sociais .

Uma suposta amiga de nome Judith foi apontada pelo marido de Bárbara com tendo sido a mandante do sequestro. Alegando segredo de Justiça, o ministro do Interior confirmou a detenção da cidadã, sem dar mais detalhes.

“O processo está em segredo de Justiça, mas está detida uma cidadã”, revelou.

Informações disponíveis deram conta em Luanda que o carro da vítima tinha sido encontrado nas imediações da Filda com a matrícula coberta.

O marido da falecida afirmou, na altura, que a própria amiga havia confessado o crime e mostrado à Polícia Nacional o local onde se encontrava o corpo da vítima bem como a forma como Bárbara tinha sido assassinada, à facada.

Mais sobre o assunto Notícias / África
Voltar ao Início